quarta-feira, 3 de junho de 2009

E quase na festa...

Posted in by Pedro Freire | Edit

Hora: 23:23. É na fatigante espera ao poderoso meio de transporte fretado para levar os pobres estudantes até a aglomeração que visa o divertimento e a integração dos ibilceanos que começamos nossa história (discurso emocionado e sem conteúdo em homenagem ao nosso querido presidente do DAF ^^).

- Dá pra alguém falar cadê a droga do ônibus?
- Dá pra esperar que já tá vindo ?
- Dá pra me deixar reclamar em paz?
- Dá pra parar de reclamar por coisas que ninguém aqui pode resolver?
- Dá pra saber que eu quero reclamar e tenho o direito?

- Dá pra deixar de ser chato?

- Dá pra me dar um beijo? *-*

PLAF! O tapa doeu no rosto de nosso pequeno viking.

- AAAAAAAAAAAAAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!! Nem doeu mesmo...

- hahahahaha. Só vocês mesmo.

- É sempre assim, Fer?

- Acredite: você não viu nada.

Chega o Busão e todos entram. Na primeira festa do ano, tudo o que Mari deseja é poder conhecer melhor o pessoal tão estranhamente diferente de tudo o que ela já conheceu na sua vida escolar. “Talvez ele me dê bola...”. “É... talvez ele me dê bola”.

- Ai adoro festas... principalmente quando são com os meus amigos legais/nerds/hippies. Preparada pra noite, Mari?

- Acho que sim...

- O quê você pretende dizer com isso, Thor?

- iiii. Sai do meu pé ô!

- Parou. Estamos chegando já.
- É hoje... é hoje! Que o poder de Eros esteja em meus lindos lábios e mãos. MIJOLNIR! MOSTRE A ELAS O VERDADEIRO PODER DO DEUS DO TROVÃO!

- ¬¬ ¬¬ ¬¬. ¬¬ (o restante do ônibus). ¬¬ (a Carneiro*, sentadinha no banco do cobrador e observando).

Após a descida do ônibus, Thor, Fer e Eva rumavam para a festa quando percebera que a pequena Mari havia ficado para trás. Após uma olhada rápida, perceberam que ela...

“Ai... tropecei... meu joelho” Alguém estende a mão para ajudá-la a se levantar.

Notas

*professora de Sociolinguística

6 Comments


  1. Caio Bonatti says:

    A-D-O-R-O
    Discursos, tapas e carneiros são as minhas três coisas preferidas. Depois de bixetes, claro. :D
    Ficou legal o estilo, Pepê.
    E esses ganchos que a gente tá deixando podem causar ataques de ansiedade pelo próximo post... XD

    3 de junho de 2009 10:56

  2. Pedro Freire says:

    Pode crer. Eu quero ver pessoas tento ataques epiléticos de tanta ansiedade.

    3 de junho de 2009 10:57

  3. Pedro Freire says:

    P.S: Desculpa a demora pra postar. A facul tá infernaaaalllll!!!

    3 de junho de 2009 10:57

  4. Luly says:

    "discurso emocionado e sem conteúdo em homenagem ao nosso querido presidente do DAF ^^" ahauhaua MORRI!

    E a Carneiro... ai, meu pai, só vc mesmo, Pedro! kkkk

    bom, eu sou a próxima. ao contrário de CERTOS DOIS MARMANJOS APAIXONADOS, não vou demorar a postar!

    hunf! ¬¬

    3 de junho de 2009 11:32

  5. Bruno says:

    Carneiroo!!! Na minha opinião, vcs deviam fazer uma história em paralelo da Carneiro na festa Xd ia ficar bom, eu faria, ams não sei escrever e não conheço a Carneiro tão bem assim '^^

    5 de junho de 2009 20:09

  6. Luly says:

    ahauhauahaua boa,gordo!

    6 de junho de 2009 10:43